Coordenação motora fina

A coordenação motora fina está relacionada às atividades que exigem a movimentação dos músculos menores do nosso corpo: utilizar os dedos para escrever, digitar, encaixar peças pequenas ou pregar um botão são exemplos clássicos, mas até a movimentação dos olhos e dos lábios se encaixa na categoria!

O domínio da coordenação motora fina vai ficando cada vez mais essencial à medida que as crianças avançam nas etapas de aprendizagem.

No momento da entrada no ensino fundamental e início da alfabetização é muito importante que elas já tenham um bom controle sobre os músculos das mãos, que serão extremamente necessários para que ela consiga aprender a manusear os lápis para escrever.

Aqui no 24, os alunos são instigados a desenvolver a coordenação motora fina com várias atividades.

Atividades para estimular a coordenação motora fina

1. Massinha de modelar

Esse passatempo costuma ser um queridinho entre os pequenos e é ótimo para o treino da coordenação motora fina, já que eles precisam praticar muito o controle dos dedinhos para modelar e criar as formas que desejam.

Para incentivar, se a criança for bem receptiva, proponha desafios como o de fazer bolinhas de diferentes tamanhos e, de acordo com a habilidade da criança, aumente a dificuldade da proposta. Será que ela consegue modelar seu personagem favorito? Escrever com massinha a primeira letra de seu nome?

2. Jogos de encaixar formas

Desde o primeiro brinquedo de encaixar ao qual o bebê tem acesso em seus primeiros meses de vida até os complexos quebra-cabeças e legos voltados, inclusive, para o público adulto, todos esses jogos propiciam o treino das habilidades de coordenação motora fina, dependendo, é claro, do nível e da idade da criança.

Além do significativo exercício cognitivo que é necessário para que a criança aprenda a observar atentamente para entender onde deve ir cada peça, ela precisa coordenar seus movimentos visuais e o dos dedos para encaixar cada pecinha em seu buraco adequado.

3. Papéis, lápis, canetas e tesouras!

Um papel em branco é sempre um convite à criação, não é mesmo? E as criações artísticas também podem trazer muito aprendizado e treino de coordenação motora fina para as crianças. Para as menores, só o fato de conseguirem segurar um lápis (ou mesmo giz de cera) e rabiscar sobre o papel já é uma prática intensa!

4. Pintura

A pintura ajuda a fortalecer a coordenação motora fina, de modo geral. A pintura a dedo é uma opção super bacana que dá às crianças a oportunidade de usar as mãos e se divertir muito.

Pintar com pincel ajuda a aprender a segurar um pincel e a ter maior controle dos movimentos dos dedos, usando-os como uma ferramenta.

5. Quebra-cabeças

Jogar quebra-cabeças simples, com peças grandes, é uma ótima maneira de ajustar as habilidades motoras finas das crianças.

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *